Resumo | Junho 2017


Vamos lá fazer o resumo do mês de Junho. Não foram muitas as leituras, mas foram leituras muito prazerosas e é isso é que interessa! No mês de Junho li 3 livros:

- A Court of Mist and Fury de Sarah J.Maas - 624 pág. - 4,5
- Every Day de David Levithan - 322 pág. - 5
- George de Alex Gino - 224 pág. - 3,5


Leituras que ficaram por terminar:
- A Pérola que partiu a Concha de Nadia Hashimi - 96 pág.
- Nossa Senhora de Paris de Victor Hugo - 74 pág.

No total li 1340 páginas 
3 livros físicos 
3 em inglês

1 Fantasia
1 Contemporâneo LGBT
1 Middle Grade LGBT

2 autores conhecidos e que estou a gostar cada vez mais e 1 autor novo

1 nacionalidade
- 3 autores americanos 
Favoritos do mês: Every Day

Projetos: 
#lermulheres
#diversitybingo2017 
                2- Non-Binary Main Character (own voices)
               15- Free Choice#junholgbt
#bookbingoleiturasaosol

Filmes:
Participei na #cinematona por isso vi alguns filmes:
First Girl I Loved (2016)
I am Sam (2001)
This is where I Leave you (2014)
- Before I Fall (2017)
- The Intouchables (2011)
- The Breakfast Club (1985)
- La Vie d'Adèle (2013)
Nine 1/2 Weeks (1986)
- Resident Evil: The Final Chapter (2016)
- Le Fabuleux destin d'Amélie Poulain (2001)

E ainda vi: 
- Wonder Woman (2017)

Favoritos do mês: Wonder Woman 


Séries: 
Não vi nenhuma série!!! 

Aqui no blog: 
Hello | Junho 2017

No YouTube: 
- Especial | Dia da Criança
- TAG | Feira do Livro
Vamos Falar #3 | TBRs, Desafios Literários e Organização da Estante
Unboxing #12 | Junho 2017
Leituras | Maio 2017
TAG | Por Trás das Câmaras
Book haul | Maio 2017
Desafio | Livro Infinito
TAG | Livros Não Lidos
Opinião | Wonder de R.J. Palacio #2gerações1livro
TOP 10 | Capas Mais Bonitas #especialmãeefilha
 
Livros comprados: 12 livros comprados em França e 5 livros comprados em Portugal (exagerei e nem fui à Feira do livro!!) 

Resumo | Janeiro 2017
Resumo | Fevereiro 2017
Resumo | Março 2017
Resumo | Abril 2017
Resumo | Maio 2017

Boas leituras!!

Conclusão | Cinematona #3


O mês de Junho chegou ao fim e a #cinematona também. No início do mês coloquei aqui no blog a minha TBS para esta maratona cinematográfica organizada pela Dora, do canal Books and Movies. E hoje venho fazer o balanço final! A cinematona decorreu durante todo o mês de Junho e tinha 12 categorias. Não consegui completar todas a categorias, mas não correu mal, porque consegui ver 10 filmes que estavam na minha TBS. E os 2 filmes que ficaram por ver foi devido a não estarem disponíveis na Internet e a minha NetFilx deixou de funcionar este mês. Mas estou contente com o resultado final!!


1 - Um filme com a temática LGBTQIA+ - First Girl I Loved (2016)  ✓
Um filme simples para jovens, mas deu para entreter. Não desiludiu! Conta-nos a história da Anne de 17 ano que apaixona-se por Sasha, uma rapariga popular da escola que frequentam. Um dia Anne conta ao seu melhor amigo, Clifton, que afinal gosta de raparigas. Mas como ele sempre gostou dela acaba por fazer tudo para atrapalhar o romance. A Sasha ainda na idade das descobertas talvez ceda ou não. Não vou dizer!! 

2 - Um filme com a temática da toxicodependência - Thriteen (2003) 
Não consegui ver este filme. Se conseguir vejo agora em Julho, porque acho a premissa muito interessante. Conta-nos a história de uma jovem que aos treze anos é levada por uma amiga para o mundo da droga.  

3 - Um filme com uma personagem com problemas mentais - I am Sam (2001) 
Começar por dizer que adorei este filme!! Que história de amor entre pai e filha linda. Um filme que nos ensina tanto como pais!! Não somos perfeitos e podemos errar mas o mais importante é o amor. Neste filme temos a história lindíssima de Sam, um homem com deficiência mental, que cria a sua filha Lucy, com ajuda de vários amigos, também eles com deficiências mentais. Mas um dia este caso desperta a atenção de uma assistente social, que vai retirar a guarda paternal de Sam. Depois vamos ter a luta deste pai pela guarda sua sua filha, com a ajuda da advogada Rita. Também ela com uma vida pessoal carente.


4 - Um filme com uma família disfuncional - This is where I Leave you (2014) 
Ri imenso com este filme! Um bom momento passado e fez-me lembrar um pouco uma série que eu via e adorava Brothers and Sisters. Temos uma família com uma relação conflituosa com quatro irmãos que não se juntavam há muito tempo, mas após a morte do pai aceitam fazer a cerimónia do Shivah juntos (cerimónia judia). Assim vou ter que passar 7 dias juntos, oferecendo-nos momentos muito divertidos e também alguns momentos mais dramáticos com segredos revelados. 

5 - Um filme baseado num livro - Before I Fall (2017) 
Escolhi ver este filme para esta categoria, porque recentemente tinha lido o livro e fiquei curiosa para a sua adaptação. Samantha é uma jovem popular que tem tudo o que quer, até que um dia morre. Mas ela tem a oportunidade de reviver diversas vezes esse dia e de mudar alguns acontecimentos. Tanto o livro como o filme trazem uma mensagem muito importante, mas ambos tem os seus problemas. No caso do filme não gostei dos actores escolhidos. Achei mesmo fraco o trabalho do elenco e uma das personagens é bem diferente daquilo que imaginei ao ler o livro.

6 - Um filme que a Dora já tenha falado no canal - Intouchables (2011) 
A Dora já tinha referido diversas vezes este filme e já estava aqui na lista para ser visto um dia, por isso aproveitei a oportunidade e fazer este desafio. Um filme francês que conta-nos a história de uma amizade improvável entre Philippe, um homem rico que é tetraplégico, e Driss, um jovem problemático que não sabia o que fazer da vida. Acaba por ir cuidar do Philippe sem ter qualquer experiência. É muito interessante o desenvolvimento desta amizade e das mudanças que acontecem nos protagonistas, que vão acabar por ir conhecendo melhor os mundos bem diferentes de cada um. Gostei muito deste filme, mesmo muito!


7 - Um filme passado num país que quero visitar - Black Book (2006) (Amesterdão) 
Foi o outro filme que não vi, com muita pena minha, porque queria mesmo ver. E o que eu procurei por este filme na Internet. Vou ver agora em Julho de certeza, porque é um filme que tem como pano de fundo a 2ª Guerra Mundial, um tema que me interessa bastante.

8 - Um filme dos anos 80 - The Breakfast Club (1985) 
Já andava para ver este filme há imenso tempo, até já tinha colocado na tbs da primeira edição da cinematona, que acabei por não conseguir ver. Mas finalmente vi! No início não me estava a puxar, mas lá entrei no filme e acabou por ser uma agradável surpresa. Ao longo do filme vamos descobrindo as histórias de cinco adolescentes que estão retidos no colégio por terem cometido pequenas infracções. São todos bem diferentes mas acabam por se tornarem amigos. É um ótimo filme dos ano 80 que mostra como todos, mesmo diferentes, temos problemas familiares.   

9 - Um filme europeu - La Vie d'Adèle (2013) 
Li a Graphic Novel o mês passado e por isso queria muito ver a adaptação cinematográfica desta linda história de amor entre Adèle e Emma, a rapariga de cabelos azuis, que despertou a atenção de Adèle. Um filme francês LGBT que gostei bastante, mesmo com as diversas mudanças que fizeram. Até mesmo o final é diferente e, talvez por isso, prefiro a graphic novel ao filme, para além de que o filme tem quase 3 horas, achei enorme e desnecessário!!! No entanto, achei que as actrizes representaram um ótimo papel e mesmo havendo algumas partes de sexo que podem chocar algumas pessoas, é um filme que deve ser visto. 


10 - Um filme que acenda a fornalha - Nine 1/2 Weeks (1986) 
Um filme que devia acender a fornalha mas não cumpriu o seu propósito. Conta-nos a história de Elizabeth, que trabalha numa galeria de arte, e que acaba de conhecer John, acabando por se envolver. É um filme erótico que no início é interessante pelos jogos sexuais que praticam, mas na minha opinião começa a descarrilar com o relacionamento abusivo. Por isso não me disse nada e não me deu calores. 

11 - Um filme cujo título original comece pela primeira letra do meu nome - Resident Evil: The Final Chapter (2016) 
Um filme que faz todo o meu género e adorei!! Foi uma surpresa gostar tanto deste final da saga Resident Evil, porque já tinha ouvido críticas menos boas. Mas eu adoro o papel da Milla Jovovich, que representa Alice, a sobrevivente do massacre zumbi que vai salvar a raça humana. E neste filme temos a tão esperada batalha final, que na minha opinião foi excelente, gostei das revelações e da forma com terminaram esta saga. Obtive as respostas que queria e foi bem explicado como tudo surgiu. Um dia faço maratona de todos os filmes da saga!!  

12 - Um filme que não posso adiar mais - Le Fabuleux destin d'Amélie Poulain (2001) 
Um filme francês adorável com uma banda sonora e uma fotografia muito boas. E não me vou esquecer do sorriso da inocente Amélie! Uma francesa que trabalha num café em Paris e um dia encontra uma caixa escondida na sua casa-de-banho, que pertencia ao antigo morador. A Amèlie vai procurar o dono desta caixa para a devolver, e ao conseguir fazê-lo a sua vida muda e começa a ter um propósito. Ela passa ajudar as pessoas que a rodeiam. Um filme que nos mostra como cada pessoa lida com o amor e como dar importância às pequenas coisas, aos pequenos gestos. 

Estou mesmo contente com a variedade de filmes que vi, e admirada que vi tanto filme francês. Talvez seja estranho, mas mesmo vivendo em França não tenho por hábito ver cinema francês. Algo que quero mudar. Concluindo:


Participaram na cinematona? Como correu? Qual foi o filme que mais gostaram de ver?
Bons filmes!


Every Day vai virar filme...


Gosto de começar o dia com boas noticias e de saber que um livro que li e gostei muito vai virar filme. E fiquei a saber que o livro Every Day de David Levithan vai ser adaptado para os cinemas. A novidade foi anunciada no perfil do autor no Facebook e publicada em primeira mão por Mike Fleming Jr no site Deadline Hollywood, no dia 14 de junho de 2017. A MGM comprou os direitos de produção do filme e as gravações vão começar no próximo mês de julho no Canadá. 
A atriz Angourie Rice foi a escolhida para ser a Rhiannon e o filme vai ser dirigido por Michael Sucsy (que fez o filme The Vow), com roteiro adaptado por Jess Andrews, o autor do livro Me And Earl and the Dying Girl


Every Day conta-nos a história de A, que é algo que é difícil de explicar, algo sem corpo que todos os dias acorda no corpo de uma pessoa diferente. E nunca sabe quem será nem onde estará no dia seguinte, por isso tenta não se apegar às pessoas que conhece. Até que um dia conhece Rhiannon e apaixona-se por ela. Terminei de ler este livro esta semana e adorei! É um livro com uma mensagem lindíssima, que fala-nos de amor sem género, de empatia pelo próximo. 

"Na minha experiência, desejo é desejo, amor é amor. Nunca me apaixonei por um género. Apaixonei-me por pessoas. Sei que é difícil de fazer, mas não compreendo porque é que é tão difícil, quando afinal é tão óbvio."

Este livro tem também a sequência com o título, Another Day, ou melhor, é a história contada na perspectiva da Rhiannon, que quero muito ler. E aguardo o terceiro livro Someday, que sim é este que vai ser a continuação da história do A. 

Estou muito feliz por esta novidade e espero que adaptação cinematográfica faça jus a este livro fantástico.
Boas leituras!

Google presta homenagem a Victor Hugo


Hoje o Google, para variar um pouco das datas comemorativas, faz uma homenagem ao escritor Victor Hugo sem uma razão particular. Agradou-me quando vi as imagens assim que entrei no Google e por coincidência comecei a ler neste mês um livro do autor, Nossa Senhora de Paris, por isso achei interessante partilhar aqui.



Na minha edição do livro Nossa Senhora de Paris tenho uma introdução muito interessante sobre a vida do autor, que adorei ler e assim conhecer um pouco deste poeta, dramaturgo e romancista francês. Victor Hugo nasceu a 26 de Fevereiro de 1802 em Besançon e morreu a 22 de Maio de 1885, em Paris. Tendo sido, para além de escritor, um político e um defensor dos direitos humanos que desempenhou um papel importante na história do século XIX. 



Victor Hugo é conhecido mundialmente por ter deixado grandes obras, como Nossa Senhora de Paris (1831) e Os Miseráveis (1862). Este escritor francês não escreveu só dois romances, na verdade escreveu nove romances ao longo da sua vida, e também diversos poemas e peças teatrais.



A morte da sua filha Leopoldina, em 1843, foi um dos acontecimentos que mais marcaram a vida do escritor. Durante o seu luto escreveu um diário em versos, reunidos mais tarde na obra Contemplations (1856).



A vida de Victor Hugo também foi marcada pela sua passagem na política. A partir de 1848, dedica grande parte do seu trabalho à política, à religião e à filosofia social com um pensamento complexo ou até mesmo confuso. 



Em 1850, Victor Hugo, em discurso defende ideais de orientação socialista: liberdade de imprensa, ensino democratizado, bem-estar do povo, abolição da pena de morte. Exila-se após o golpe de Estado de 2 de Dezembro de 1851, onde denunciou as condições de vida insuportáveis do povo que vivia na pobreza. 

Deixei um pouquinho da história deste escritor, que marcou profundamente a literatura do século XIX, mas podem descobrir mais aqui e aqui
Já viram esta homenagem do Google? E já leram algum livro de Victor Hugo? Digam nos comentários. 

Boas leituras!

Desafio | Book Bingo Leituras ao Sol


Olá a todos! O Verão está a chegar e para muitas pessoas é sinal de férias ou quem não tem férias tenta sempre descansar mais e aproveitar os dias de sol. E também é uma boa altura para colocar as leituras em dia. Este ano como vou ter um verão bastante movimento decidi participar no desafio Book Bingo Leituras ao Sol, criado pelo grupo do Goodreads Leituras Partilhadas. 

O objectivo deste desafio é ler os livros para preencher uma coluna ou linha. E como as moderadoras do grupo dizem, os mais audazes podem tentar preencher todo o cartão e fazer BINGO!! 


Este desafio decorre de 21 de Junho a 22 de Setembro! Como vou estar por Portugal quase todo o mês de Agosto não sei como vão ser as leituras, por isso nem me comprometo a fazer o Bingo todo, mas vou de certeza fazer alguma linha! Deixo as categorias para quem quiser participar:

- Livro com a uma capa que te lembre o Verão;
- Livro emprestado (da biblioteca, de um familiar ou amigo...etc);
- Livro recomendado por alguém;
- Livro do teu género preferido;
- Livro que se passe num continente diferente do teu;
- Livro vencedor de um prémio literário (pode ser prémio nacional ou internacional. Não ser apenas finalista. Tem que ser vencedor. E contam tanto os livros como os autores);
- Clássico português (nesta estão incluídos autores/as considerados clássicos, como Eça de Queiroz, Antero de Quental, Júlio Dinis, entre outros);
- Livro adaptado a cinema ou tv;
- Livro esquecido na estante (nesta categoria apenas contam livros que já tinhas anteriormente);
- Livro juvenil ou young adult;
- Livro de um autor de estreia para ti (um autor/a que nunca leste e queres muito ler);
- Livro de um autor lusófono;
- Livro do género chick -lit (para quem não sabe, um romance muito fofinho);
- Livro que se passe num local onde gostarias de passar férias;
- Uma BD, Mangá ou Graphic Novel;
- Um livro do/a teu/tua autor/a preferido/a;

Não vou planear as leituras porque a maratona é quase três meses, por isso logo vejo o que vai apetecer ler ao longo do tempo. Quero andar uns tempos "ao sabor do vento" e sem TBRs predefinidas. 

O que acham deste desafios? Quem vai participar? Digam nos comentários. 
Boas leituras!!!

TBS | Cinematona #3


Neste mês de Junho vai haver a 3ª #cinematona, maratona de cinema organizada pela Dora, do canal Books and Movies. Já tinha participado na primeira, mas na segunda não cheguei a participar porque não estava numa fase de ver filmes. Só que no mês de maio participei na #cineserãoexpresso e gostei bastante da experiência, que decidi participar nesta cinematona.

Esta cinematona vai decorrer durante todo o mês de Junho e tem 12 categorias, ou seja, vão ser 12 filmes para ver. A única "regra" é ver filmes que nunca tenhamos visto. E depois é só passar bons momentos de cinema em casa. Aqui fica a minha TBS:


1 - Um filme com a temática LGBTQIA+ - First Girl I Loved (2016) 
2 - Um filme com a temática da toxicodependência - Thriteen (2003)
3 - Um filme com uma personagem com problemas mentais - I an Sam (2001)


4 - Um filme com uma família disfuncional - This is where I Leave you (2014)
5 - Um filme baseado num livro - Before I Fall (2017)
6 - Um filme que a Dora já tenha falado no canal - The Intouchables (2011)


7 - Um filme passado num país que quero visitar - Black Book (2006) (Amesterdão)
8 - Um filme dos anos 80 - The Breakfast Club (1985)
9 - Um filme europeu - La Vie d'Adèle (2013)


10 - Um filme que acenda a fornalha - Nine 1/2 Weeks (1986)
11 - Um filme cujo título original comece pela primeira letra do meu nome - Resident Evil: The Final Chapter (2016)
12 - Um filme que não posso adiar mais - Le Fabuleux destin d'Amélie Poulain (2001)

Vou fazendo as partilhas na página do facebook do blog e no twitter como faço sempre. Quem participar partilhem os filmes que vão ver utilizando a hastag #cinematona . 

Boa cinematona!!!

Hello | Junho 2017


E entrámos num novo mês e vamos quase a meio do ano!! Já se começa a fazer um balanço das leituras do primeiro semestre, que posso dizer que não está a correr mal, mesmo não estando a ler muito por mês. Não estou a ler muito por mês se comparar com o que andava a ler, porque ler 3 a 4 livros por mês não é nada mau de todo. Mas vamos lá falar das leituras que penso ler neste Junho.


Esta lista pode ser mudada, pois desde que começou o mês (à 5 dias) já mudei de ideias várias vezes!! Mas quero dar prioridade às leituras que tenho para terminar e que já se arrastam há algum tempo, estou a falar do livro Eleanor & Park de Rainbow Rowell e de A Court of Mist and Fury de Sarah J. Maas. São duas leituras que estou a gostar bastante mas paro por alguma razão e não volto a pegar neles. Será que é desta que termino!!! Espero que sim. 
A minha filha pediu-me para fazer uma leitura com ela e vamos ler Poison Study de Maria V. Snyder. Andamos há algum tempo para começar esta trilogia de fantasia e vai ser interessante lermos as duas juntas o mesmo livro.
Para o desafio #diversitybingo2017, como já disse vou terminar Eleanor & Park e gostava de ler A Pérola que partiu a Concha de Nadia Hashimi, Every Day de David Levithan e George de Alex Gino. Estes dois últimos livros são para o projeto #junholgbt criado pela Sara Cristina. 

Em relação a filmes não vou falar neste post porque vou participar na #cinematona, maratona de cinema organizada pela Dora, do canal Books and Movies, que vai decorrer durante todo o mês de Junho e tem 12 categorias, ou seja, vão ser 12 filmes para ver. Vou colocar a minha TBS ainda esta semana. 

A Netflix cá em casa teve desativada durante o mês de Maio, por isso continuo a ter por terminar a temporada 7 de The Walking Dead (do episódio 11 ao 16) e a temporada 1 de Gilmore Girls, faltam-me 5 episódios (do 13 ao 21). Se terminar estas temporadas já fico feliz, pois não posso me esquecer que vou ter a cinematona. 

Bom mês para todos!!