Bookhaul | Março 2017


Hoje saiu o vídeo com o bookhaul do mês de Março e, como sempre, gosto de partilhar aqui. Não foi um bookhaul enorme, porque no mês de Março até consegui controlar mais um pouco as compras e fiz três encomendas durante o mês
Comprei na Amazon.fr o segundo volume da trilogia Daughter of Smoke & Bone, Days of Blood and Starlight de Laini Taylor. Ando a comprar seguimentos de séries ou trilogias que pretendo ler este ano. E esta é uma delas, e como é muito difícil de conseguir arranjar certas edições em bom estado. Assim que encontro compro. Já falei desta trilogia no bookhaul anterior onde mostrei o primeiro livro. E é uma fantasia urbana que quero muito ler!! (12,45€)


Depois comprei no Momox-shop.fr:
Every Day de David Levithan para ler para o projeto #diversitybingo2017. Gosto muito mais das edições originais do que as capas das edições portuguesas. Já ouvi ótimas opiniões sobre este livro e vou ler em breve de certeza!! Porque este mês até li um livro do autor que adorei. Neste livro sei que a personagem encarna uma pessoa diferente a cada dia, e acaba por ser algo sem género definido. Não quero dizer asneiras!! Quando ler faço vídeo de opinião. (3,99€)

Na mesma encomenda veio Vassa in the Night de Sarah Porter. Este livro devia ser de uma daquelas boxes de assinatura, porque veio com um marcador, uma carta da autora e autografado pela mesma. Então veio com brinde!!! É um retalling de um conto de fadas russo com o nome Vassilissa, A Bela. E passa-se na cidade de Brooklyn sendo uma fantasia urbana. Parece-me muito interessante mas não vejo a ser muito falado. Vamos ver depois o que acho! (10,19€)

Comprei também Night Road de Kristin Hannah, a autora do Rouxinol, o primeiro livro que entrou para os meus favoritos deste ano, por isso quero ler mais da autora!!! E este livro já tinha-me sido recomendado. Sei que tem gémeos na história e é um livro que nos fala de decisões de uma mãe e as suas consequências. Duas coisas que gosto de ter nos livros. (1,99€)


Na última encomenda que fiz no site foi mesmo para aproveitar uma promoção. E comprei o Throne of Glass de Sarah J. Maas em hardcover. Tenho em português mas vou vender, porque sei que vai demorar muito tempo a estar tudo editado em Portugal. E a verdade é que atualmente prefiro ter um hardcover do que um paperback na minha estante. Falando do livro, não há muito a dizer é sobre a Celine que é uma assassina, uma personagem badass que quero muito conhecer. A autora já conheço e adoro! (7,99€)

E por último comprei a trilogia Divergent de Veronica Roth, em hardcover por 8,19€. Aqui está o motivo da minha encomenda. E agora vou vender os que tenho em português. Vinham dentro da box com plástico e tudo. 3 livros por 8€ não podia deixar de comprar! E porque foi uma trilogia que li e gostei muito e quero ficar com eles na minha estante. 

O vídeo do bookhaul:


Chegámos ao fim!! Digam nos comentários, quais destes livros já leram e qual a vossa opinião?
Boas leituras!

Opinião | Gravar as Marcas de Veronica Roth


Título: Gravar as Marcas 
Autor(a): Veronica Roth
Editora: HarperCollins 

Olá a todos!! Então vamos lá partilhar aqui a minha opinião do livro Gravar as Marcas de Veronica Roth. Acho que já sabem que este livro fazia parte do projeto de Leitura Conjunta, criado por mim e pela Mariana do Mary Red Hair. Em primeiro lugar quero agradecer o apoio da HarperCollins neste projeto e por ter-nos enviado dois exemplares. E sou daquelas pessoas que leio a trilogia Divergente e que gostou muito. Por isso tinha alguma curiosidade para ler este seu novo livro.

Neste livro temos um sistema solar composto por nove planetas, num destes planetas, Thuvhe coexistem dois grupos que são inimigos, os Shotet e os Thuvhe. Os Shotet querem se ver como uma nação, mas existe a Assembleia, que rege todos os planetas e não os vê dessa forma. Nós temos a perspectiva de duas personagens, neste livro, de cada um dos grupos, a Cyra dos Shotet e o Akos dos Thuvhe. Todas as pessoas neste sistema possuem um dom-corrente, que é uma habilidade que vai se manifestar nalgum momento da vida. E este dom nem sempre é bom, por exemplo a Cyra tem o dom da dor, ele sente dor constante e consegue passar essa dor para os outros.

"quanto melhor nos conhecermos a nós próprios, menos surpreendidos ficaremos com o nosso dom" (pág. 29)


Neste mundo temos os Oráculos, pessoas capazes de prever o futuro e, é através deles que algumas pessoas descobrem o seu destino, um futuro marcado para acontecer que não pode ser mudado. Mas vai haver alguém a querer mudá-lo!!! E depois vamos ver a história a desenrolar. Podia contar mais mas não quero desvendar muito deste livro, porque há acontecimentos que ocorrem no início que são interessantes descobrir ao ler. Este livro é a história de dois jovens que são marcados por mortes e pelo seu futuro que desejam mudar as sua vidas. O Titulo do livro Gravar as Marcas tem tudo a ver com a história, mas não vou dizer porque pode haver pessoas que considerem spoiler.

"A melhor forma de ganhar uma luta é evitar ter uma." (pág. 101)


Na verdade não ia com muitas expectativas para este livro, porque ouvi boas como más opiniões. Mas gostei da leitura, gostei da escrita da autora. Gostei muito das personagens, do Akos e da Cyra. Cyra é uma personagem feminina forte, badass, mais destemida e segura de si mesma que a Thris. Mesmo as personagens secundárias que vamos conhecendo ao longo do livro foram bastante interessantes. Não gostei nada de uma personagem - sabem aquela coisa que me irrita de pais ausentes ou pais negligentes. É uma personagem assim! Gostei muito da complexidade do mundo construído, mas aqui está uma coisa que pode ser um problema para muitas pessoas. O mundo é tão complexo, os nomes dos planetas e das personagens são tão estranhos que acaba por ser difícil entrar na história. Mas no final do livro temos um glossário que ajuda um pouco! Esta complexidade do mundo e o facto dos capítulos serem um pouco grandes para mim, fez com que a minha leitura fosse mais lenta e senti-me um pouco cansada. Até tive que fazer uma pausa e ler outro livro diferente!

"às vezes as pessoas acreditam, simplesmente, naquilo que lhes era dito. Era mais fácil sobreviver assim." (pág. 153)


A autora deve ter algum problema com a relação de irmãos, porque aqui temos novamente uma relação muito estranha entre irmãos, tal como em Divergente. E existe muitas opiniões que acusam a autora de racismo, porque ela faz mesmo uma diferença entre os dois povos pela cor de pele. A mim sinceramente não me incomodou, porque na minha opinião o que autora queria era mostrar como um povo via o outro povo, ou seja, como os Thuvhe vêm os Shotet, porque ao longo do livro Akos vai percebendo que os Shotet não são tão selvagens assim, como sempre ouviu falar no seu mundo. E vamos ser sinceros isso não acontece na nossa sociedade!? Ainda existe muito racismo neste Mundo e eu penso que autora só queria mostrar isso.
Adorei como a relação entre as duas personagens foi se desenvolvendo e fiquei curiosa para saber o que a autora vai fazer no segundo volume, uma vez que podemos esperar tudo desta autora, depois daquele final no Convergente.

Dei 3,5✰ a este livro porque a complexidade do mundo torna a acção do livro demorada e a minha experiência de leitura acabou por ser um pouco prejudicada. E como disse não gostei nada de uma atitude de uma das personagens, que pensava que ia estar lá para dar e apoiar mas não!! Foi uma desilusão para mim! 

O vídeo de opinião:



Pontuação:


Se já leram este livro, digam nos comentários se concordam comigo!!
Boas leituras!

Leituras | Março 2017


Hoje temos vídeo das minhas leituras do mês de Março!! Foi o mês de #marçofeminino. O mês de ler só mulheres. Na minha TBR tinha-me proposto a ler 8 livros. E eu consegui ler 7 livros e 1 graphic novel, mas só 4 é que estavam na TBR. E posso vos dizer que dei muitas 5✰

Então vamos lá! Comecei o mês com a leitura em ebook de We Should All be Feminists de Chimamanda Ngozi Adichie (49 pág.), ao qual dei 5 ✰. Acho que já todos conhecem este livro da Chimamanda, é um discurso que a autora fez, onde compartilha a sua experiência de ser uma feminista, e a sua visão sobre a construção de género e sexualidade. Um livro bem pequeno mas que vai ter vídeo de opinião aqui, juntamente com outro ebook que li da autora neste mesmo mês, o Para Educar Crianças Feministas (58 pág.), mais um livro que adorei da autora, dei 4 ✰ . Que é simplesmente uma carta que Chimamanda escreveu para uma amiga a dar diversos concelhos sobre como poderia educar a sua filha. É um livro que todas as pessoas deviam de ler, mesmo todas, mulheres, homens, pais, professores, adolescentes. Todos!!! Quero ler tudo o que foi publicado por esta autora, e já fiz aqui um post com os livros que pretendo ler e falei um pouco de Chimamanda. 

Uma das primeiras leituras do mês de Março foi The Demon King, o primeiro livro da série Seven Realms de Cinda Williams Chima (524 pág.). Foi uma leitura conjunta com a Mariana do Mary_red_hair e da Filipa do FilipaBooks. Estávamos já algum tempo para começar esta leitura, muitas vezes recomenda pela Elsa do Ordem d'Avis e foi desta!! E eu só posso dizer que este livro é fantástico, a escrita da autora é fantástica, o mundo que ela criou é fantástico. Como já perceberam dei 5 ✰. É um livro difícil de começar, porque é um mundo tão complexo que nos confunde um pouco ao inicio. Até os nomes das personagens podem alterar ao longo da sua vida e consoante o que fazem. Nós temos duas perspectivas neste livro a do Han, que é um rapaz do povo com poucos rendimentos e que atjá foi ladrão. Mas neste momento quer mudar de vida e cuidar da mãe e da irmã que ama tanto, só que não é nada fácil. Um dia Han rouba um amuleto ao filho de um Mago, que pertenceu ao Rei Demónio, um Mago que há muitos nos atrás quase destruiu o mundo. E ficar com este amuleto vai trazer problemas para Han. Gostei muito desta personagem e o sentimento que ele tem pela irmã é tão lindo. Depois temos a Princesa Raisa, que não é nada como as outras princesas. Gostei muito desta personagem feminina, porque ela ao longo da história vai começar a perceber que a vida lá fora não é nada como a que ela tem dentro do castelo. Ela é uma privilegiada, mas quer mudar isso! Ela quer ser uma Rainha que dá algo ao seu reino! Uma personagem feminina interessante. E claro que estas duas personagens vão acabar por se cruzar na história. Eu adorei e tenho tanta pena de esta série não estar traduzida em Portugal. Porque esta senhora escreve muito bem!!

Li Everything Everything de Nicola Yoon (360 pág.), foi uma leitura para o #diversitybingo2017, porque neste livro temos a nossa personagem principal que tem a mãe japonesa e o pai africano. A Maddy tem uma doença que a impede de sair de casa, senão pode morrer. Sempre viveu em casa!! Até que um dia uma família se muda para a casa da frente!! E a nossa protagonista acaba por ficar muito interessada na vida do Olly e o que vai fazer com ela começa a estar mais interessada pelo mundo lá fora. É um romance fofinho, uma leitura fácil, porque a escrita da autora flui muito bem e ainda temos umas ilustrações pelo meio que enriquecem mais o livro. Não sei se gostei muito final, por isso dei 4 ✰. Foi também uma leitura para o meu projeto pessoal de #lerparaver2017, porque este livro virou filme. Vou fazer um vídeo de opinião completa com reação ao trailer que ainda não vi!

Neste mês também participei no projeto #lerpoetisas, criado pela Alexandra do blog Gira-livros. E li Milk and Honey de Rupi Kaur (204 pág.). Um livro que estava a ser muito bem falado e tinha muita curiosidade. Ainda bem que peguei nele, porque adorei! Dei 5 ✰. A autora abriu o seu coração nestas páginas, não é uma escrita fantástica, mas as palavras utilizadas pela autora nos poemas para nos falar sobre o amor, a perda, o abuso infantil e a cura são tocantes, e quem se identifica com estas palavras marca mais ainda. Não é uma obra de poesia fantástica e perfeita, mas é um livro que nos marca, principalmente nós mulheres. Eu adorei! Li em ebook, mas quero a edição portuguesa aqui na minha estante, pois a editora Lua de Papel fez um trabalho excelente.


Depois peguei num ebook pequeno, A Filha Perdida de Elena Ferrante (124 pág.), porque queria conhecer a escrita desta autora, mas não queria pegar já na sua série. Gostei bastante! A autora conta-nos a história de uma professora, Leda, que após as suas filhas terem ido viver com o pai, decide tirar umas férias no sul da Itália. Os dias de praia são sempre um pouco perturbados devido a uma família muito barulhenta. Mas há uma jovem mãe de uma menina chamada Elena que desperta a atenção da nossa protagonista. E aos poucos Leda vai regressando ao passado e lembrar-se de segredos nunca revelados. Por vezes pode ser um pouco chocante a forma como a autora expõe os pensamentos da nossa protagonista. Mas eu gostei muito e a escrita da autora tem algo que nos deixa mesmo envolvidos na história. Dei 4✰ e vou lar mais da autora de certeza.

Continuando, li Before I Fall de Lauren Oliver (490 pág.), porque o filme também vai sair agora. Inicialmente comecei a ler com a Dora do Books & Movies, mas ela acabou por desistir. Neste livro a nossa personagem principal vai morrer num dia, mas é-lhe dada a oportunidade a reviver o último dia da sua vida, várias vezes. De forma a corrigir os diversos erros e dar valor ao que tem na sua vida, família e amigos. Premissa interessante e achei interessante o livro. No final gostei da mensagem global do livro, e trás temas bastante interessantes, como o bulling. Mas a personagem principal e as suas amigas no inicio e em grande parte do livro são tão irritantes...tão fúteis, que acho que mesmo que tivesse lido o livro na minha adolescência ia revirar os olhos na mesma em algumas partes. Dei 3 ✰.

E por fim li Adulthood is a Myth de Sarah Andersen (109 pág.) uma graphic novel com quadradinhos de cenas do quotidiano na vida de uma adolescente, mas de forma divertida a autora mostras situações que são perfeitamente normais e que nos identificamos com elas. Passei um bom momento de leitura, pena que foi muito rápido. Quero ler em breve o segundo que saiu este ano. Dei 4✰.

E chegámos ao fim, no total li 1918 páginas. 2 livros físicos e 6 em ebook.
5 em inglês, 2 em português (pt-br) e um em francês.

Vídeo no canal:

Digam nos comentários, quais destes livros já leram e qual a vossa opinião?

Boas leituras!!

Hello | Maio 2017


Mais um mês que começa e então vamos lá falar do que pretendo ler e ver durante o mês. O mês de Abril não correu muito bem como já sabem, por isso a minha TBR vai ser quase a mesma que a do mês passado.



Como falei ontem no vídeo, este mês não vou fazer vídeo de TBR, por isso vou registar aqui o que pretendo ler. Vou começar o mês a terminar o livro Eleanor & Park de Rainbow Rowell e comecei a ler O Ano em que disse Sim de Shonda Rhimes. Depois vou continuar a leitura de Jane Eyre de Charlotte Bronte, e vamos ver se é este mês que termino este clássico. Como era para fazer o mês passado (e fiz durante uma semana), vou intercalar essa leitura com o livro A Court of Mist and Fury de Sarah J. Maas. Quero dar continuação à série Seven Realms, e vou ler The Exiled Queen de Cinda Williams Chima, com a companhia da Mariana do Mary_red_hair e da Filipa do FilipaBooks

Para o desafio #diversitybingo2017, como já disse vou terminar Eleanor & Park e gostava de conseguir ler Aristotle and Dante discover the Secrets of the Universe de Benjamin Alire Sáenz. A TBR não está pequena, mas continuo com vontade de reler o Confesso de Colleen Hoover para depois avançar na série televisiva. 
Vou continuar com o meu projeto pessoal que comecei o mês passado, de ler um ou dois contos do livro Todos os Contos de Clarice Lispector. E fiquei ainda com o livro Dias de abandono de Elena Ferrante para ler. Então vão ser estas leituras que me vão acompanhar este mês e, talvez, no próximo.   ⠀



Em relação a filmes Abril correu muito bem vi 11 filmes. Como a #cineseraoexpresso terminou no dia 1 de Maio, ainda vi Captain Fantastic e Life is beautiful. Quero ver A United Kingdom, que ficou por ver e tenho mesmo muita curiosidade com este filme. Depois talvez veja Voice from the Stone, que me vai arrepiar pelo que vi do trailler, Fantastic Beasts and Where to Find Them que ainda não vi, First Girl I Loved, um filme lgbt. E vou ficar por aqui!! Claro que se conseguir ver mais algum melhor.  


Um mês para terminar temporadas. Quero terminar a Temporada 7 de The Walking Dead (do episódio 11 ao 16), era para ser vista o mês anterior mas o marido e a filha foram de férias a Portugal e como estamos a ver juntos, não consegui acabar. Ainda não terminei a temporada 1 de Gilmore Girls, faltam-me 9 episódios (do 13 ao 21), quero ver se consigo fazer e começar a Temporada 2. Se conseguir terminar de reler o livro Confesso, quero ver a série Confess.  

Bom mês para todos!!

Resumo | Abril 2017


Então vamos lá fazer um resumo do mês de Abril!!! Foi um bom mês a nível de projetos, mas um péssimo mês a nível de leituras!! Na minha TBR tinha-me proposto a ler 7 livros e alguns contos. E foi um completo desastre, porque consegui ler simplesmente 2 livros, 2 contos e 1 Graphic Novel.

- Soppy de Phillipa Rice (graphic novel) - 112 pág. - 3
- Two Boys Kissing de David Levithan - 196 pág. - 5
- Gravar as Marcas de Veronica Roth - 464 pág.- 3,5
- Todos os Contos de Clarice Lispector - li 2 contos: O Triunfo e Obcessão - 53 pág. - 3✰ a cada um 


No total li 825 páginas 
2 livros físicos e 1 GN em ebook 
1 em inglês, 2 em português

1 autora que já conhecia e 1 autor que não conhecia mas adorei conhecer  

3 nacionalidades 
- 1 britânica 
- 2 americanas 
- 1 brasileira 

Favoritos do mês: Two Boys Kissing 

Projetos: 
#lermulheres
#abrilcontosmil
#diversitybingo2017 - 17 - Own Voices (LGBT)

Filmes:
Li pouco mas vi alguns filmes, no total vi 11, incluindo 5 filmes para  #cineseraoexpresso
- Zootopia (2016)
- Logan (2017)
- Collateral Beauty (2016)
- A Monster Calls (2016)
- Sing (2016)
- Passengers (2016)
- The Edge of Seventeen (2016)
- The Little Prince (2015)
- The Iron Lady (2011)
- Mustang (2015)
- Rogue One (2016)

Favoritos do mês: Collateral Beauty e Mustang

Séries: 
This is Us - 1ª temporada do episódio 9 ao 18 
The Walking Dead - 7ª temporada do episódio 7 ao 11 

Aqui no blog: 
Não vou colocar os posts que escrevi aqui...porque foram 30. Aqui está a conclusão do BEDA 

No YouTube: 
- Vamos Falar #1 | Ausência, Aniversário do Canal e BEDA
- Convite | Leitura Conjunta Gravar as Marcas + Unboxing
- TBR | #diversitybingo2017 Parte 2
- TBR | Abril 2017
- Bookhaul | Fevereiro 2017 
Livros comprados: 9 livros e 1 enviado pela editora

Resumo | Janeiro 2017
Resumo | Fevereiro 2017
Resumo | Março 2017

Boas leituras!!

Vamos Falar #2 | Abril Acabou


Olá a todos!! E hoje temos mais um Vamos falar lá no canal!! Abril terminou como também terminou o BEDA e estou muito contente com o resultado final, como já tinha dito ontem! Foram 30 dias com posts todos os dias lá no blog, nem sempre consegui colocar a tempo e horas por diversos contratempos mas lá no fim consegui terminar bem e feliz. 
Talvez para o ano faça VEDA! Vamos ver como a vida desenrola até lá, porque nem sempre é fácil conciliar trabalho, casa, filhos, marido e ainda o canal mais blogs! Mas como costumo dizer...é só querer!! 

Também terminou o desafio no Instagram. Adorei todas as participações e adorei claro tirar as fotografias para um desafio que fui eu que criei!! Obrigada a todos que participaram. Vi fotos lindíssimas! Neste mês de Maio não criei nenhum desafio porque acho que dois meses seguidos começa a cansar! No mês de Junho temos mais :) 

No mês de Abril também decorreu a leitura conjunta do livro Gravar as Marcas. Eu terminei o livro e gostei, em breve vai haver vídeo de opinião. Gostaria de ter tido mais tempo para fazer algo diferente e interagir mais na leitura, mas ainda estão muitas pessoas a ler!! 

Agora em relação às leituras de Abril, não correu nada bem! Consegui terminar duas leituras...somente duas leituras!!! Que desastre! E fiquei com umas quantas a meio. Então terminei o Gravar as Marcas como já disse. Terminei o Two Boys Kissing que adorei! E fiquei com três leituras a meio: Jane Eyre, Eleanor & Park e A Court of Mist and Fury. Estou a gostar de todos, mas não estou a conseguir concentrar-me e ando com outras coisas para fazer, que falei no vídeo!

Espero que Maio corra melhor, mas decidi que não vou fazer TBR! Não adianta estar a fazer uma TBR quando tenho imensos livros para termina. Vou continuar com a TBR de Abril. Se terminar de ler os livros que estavam na TBR depois logo vejo o que leio. Tenho feito sempre um update das leituras a meio do mês aqui no blog. 

Depois com toda a agitação do mês de Abril eu não consegui enviar um vídeo para a Dora do Books and Movies para celebrar o seu primeiro ano de aniversário de canal. O discurso foi deito no vídeo!! 

E para terminar, comuniquei no vídeo que, pretendo fazer esta semana vídeos todos os dias, para recuperar os vídeos em atraso e aproveitar a motivação do BEDA! Eu quero fazer...será que vou conseguir fazer...espero que sim!!! Vou fazer para isso!! 

O vídeo no canal:


E chegámos ao fim! Digam nos comentários, como correu o vosso mês de Abril e o que esperam do mês de Maio!?
Boas leituras!!!


BEDA #30 : Conclusão do BEDA


E chegámos ao fim do primeiro BEDA aqui no blog!! 30 dias do mês com 30 posts. Foi a primeira vez que me comprometi para um desafio destes e adorei a experiência. Uma ótima maneira de me colocar à prova e de escrever todos os dias no blog. Nem todos os dias foram fáceis, nem todos os posts entraram a tempo e horas. Nem sempre foram colocados os posts que tinha planeado, por algum contratempo e, por isso, tive que colocar a cabeça a pensar em outra solução e noutro post mais rápido. Mas chegando o fim, estou muito contente com os resultados e com os posts publicados. E espero com continuar neste bom ritmo e post com alguma frequência...não todos os dias mas muitos dias!!!
Hoje para concluir o BEDA, o post vai ser um apanhado de tudo o que partilhei no blog ao longo do mês. 


Espero que tenham gostado e obrigada a todos que me acompanharam durante este mês intensivo. Vou voltar a repetir de certeza esta experiência. Gostei muito mesmo!!!
Digam-me o que gostaram mais de ver aqui no blog?

Boas leituras!!!